Seguro Viagem Bariloche


Seguro Viagem Bariloche


Temporada de neve em Bariloche: tudo o que você precisa saber

Mesmo com as temperaturas abaixo de zero, é possível adquirir um bom pacote de viagem, contratar seu Seguro Viagem Internacional e aproveitar a temporada de neve em Bariloche!
As baixas temperaturas tornam Bariloche um dos melhores destinos do inverno. Se você também deseja um pouco de aventura, romance e paisagens deslumbrantes, está na hora de colocar as roupas de frio na mala e embarcar nessa viagem!

O destino na verdade se chama San Carlos de Bariloche, na Argentina, e fica localizado bem próximo ao Chile, na província de Río Negro, junto à Cordilheira dos Andes. É possível chegar ao local diretamente de avião, pois uma viagem de carro a partir da capital argentina tem mais de mil quilômetros de trajeto. 
Nos meses de junho a agosto, com a chegada do inverno, ocorre a alta temporada na cidade. Os turistas mais comuns são os brasileiros, pois o período coincide com o recesso escolar no país, mas o local concentra viajantes de todo o mundo em busca de um destino cheio de opções de lazer. 

O frio e as atividades inusitadas podem deixar qualquer viajante um pouco inseguro antes da partida, então, para ir adequando as suas expectativas, consulte tudo o que você precisa saber se a viagem já está fechada:

Duração
Bariloche é um lugar cheio de coisas para fazer, e é claro que a gente não quer perder nenhuma parte desse passeio. Por isso, viagens com duração inferior a quatro dias são desaconselháveis. Também não é necessário permanecer por muito tempo: até sete dias na cidade já são suficientes para realizar todos os passeios, comer nos melhores restaurantes e fazer compra nas principais lojas. Vale lembrar que uma viagem mais longa aumenta nossas chances de nos deparar com a neve, pois o clima pode mudar de uma hora para outra!

Temperaturas
Bariloche apresenta clima temperado, influenciado pela proximidade da Cordilheira dos Andes e estar a quase mil metros acima do nível do mar. Ou seja, sua temperatura no inverno varia entre alguns graus negativos e mais ou menos 10° Celsius e, por isso, é possível encontrar neve na cidade. Apesar disso, não dá para saber com antecedência quais são as chances de haver ou não neve no destino, pois a formação depende da existência e da intensidade de precipitações nas montanhas, então é preciso lidar com a nossa ansiedade.

Passeios
A recomendação é de fechar os passeios com uma agência de turismo local, de preferência todos com a mesma, para obter descontos. Em Bariloche, é possível conhecer o Cerro Campanário, um morro às margens do lago Nahuel Huapi que proporciona a melhor vista da cidade. No lago, inclusive, é possível se exercitar praticando caiaque. Outra opção, ainda, é fazer um pequeno cruzeiro com paradas em parques nacionais, montanhas e lagos.
A principal atração da cidade definitivamente são os seus complexos de esportes de inverno. Existem vários deles, com pistas para todos os níveis de praticantes, com diferentes meios de elevação e para diversas modalidades, do snowboard ao trenó e “esquibunda”. A brincadeira, obviamente, tem um custo, e não é muito barata, mas conseguimos passar o dia todo dentro do local alternando a aventura a períodos de descanso muito bem aquecidos.
Além das opções turísticas pagas, Bariloche possui atrações gratuitas, como o Centro Cívico, com arquitetura diferenciada e monumentos históricos, e a Catedral em homenagem Nossa Senhora Nahuel Huapi, que possui belos vitrais na parte interna e jardins do lado de fora. 

Roupas
Precisamos considerar que a temporada de inverno em Bariloche não é apenas fria: neva e envolve atividades como o esqui e o snowboard. Para o dia a dia, a melhor dica é se vestir em camadas com suas roupas comuns, usando uma blusa por cima da outra e finalizando com um casaco, pois é mais fácil para se habituar à variação de temperatura do lado de fora e dentro de hotel, restaurantes e lojas. Já para a prática de esportes, o melhor é optar pelas roupas impermeáveis. Você pode alugar a calça, o casaco, a bota e a luva nas lojas da cidade, e vestir por cima de uma segunda pele. Não podemos esquecer dos acessórios, como meias, cachecol e gorro, que vão bem em qualquer ocasião. 

Compras
A Rua Mitre e seus arredores concentram a maior parte das lojas locais. Nelas, os artigos mais procurados são as roupas de inverno de couro e lã e as esportivas, que vão dos clássicos aos que estão na moda. Muitas dessas lojas possuem outlet e pontas de estoque, então, para economizar, vale a pena dar uma passada. Além das peças de vestuário, os chocolates são outro destaque das lojinhas: vamos ter que trazer alguns na mala da volta! A cidade possui lojas que vendem uma variedade enorme de doces, e não só o tradicional alfajor da região. É preciso experimentar um pouco de cada para identificar o seu sabor favorito e então, preparar o estoque, seja por quilo ou em embalagens caprichadas. 

Preços
Os valores durante a temporada de neve em Bariloche são superiores ao verão, pois é quando esse destino turístico consegue aproveitar para fazer uma poupança para todo o ano. Ainda assim, quem pesquisa consegue realizar uma viagem com conforto e economia. Por exemplo, um almoço com pratos tradicionais como o cordeiro ou a truta pode sair por menos de R$ 50. Já o aluguel de carro sai por mais ou menos R$ 150 a diária, quase o dobro do preço que encontramos aqui no Brasil! Reserve uma boa parte do orçamento para os passeios, pois eles são caros. Os pagamentos podem ser feitos em moeda argentina, mas a maioria dos estabelecimentos também aceita dólar e até mesmo reais, além dos cartões de crédito internacionais. 

21 a 69 anos
-21 anos
+70 anos