5 Requisitos para viajar do Brasil para a Colômbia

Seguro Viagem

Faça a cotação do Seguro para sua Viagem

Card image

5 Requisitos para viajar do Brasil para a Colômbia

 

Conhecida mundialmente por seu café, paisagens coloridas e de tirar o fôlego e comidas deliciosas, a Colômbia se tornou um destino favorito para viajantes por todo o mundo. Por meio da resolução 595 de 2021, você pode viajar do Brasil para a Colômbia sem nenhum tipo de problema e sem a necessidade de quarentena. Viagens do Brasil para a Colômbia são permitidas. Atualmente, a Colômbia conta com 20 companhias aéreas em operação conectando 8 destinos em todo o país com 22 países ao redor do mundo.

 

De qualquer maneira é importante cumprir os requisitos para garantir que a entrada seja permitida:

 

Exigência de teste / certificado médico para viajar do Brasil para a Colômbia

A exigência de teste RT-PCR para a covid-19 negativo, com 96 horas de antecedência ao voo. Atualmente, não são necessárias vacinas para entrar no país. Entretanto, as autoridades colombianas exigirão uma vacinação contra a febre amarela se você estiver visitando locais turísticos como o Parque Nacional Serra Nevada de Santa Marta, o Parque Tayrona e as diversas reservas da Amazônia.

 

Exigência de documentos

Os viajantes internacionais que entram na Colômbia não precisam apresentar um teste RT-PCR negativo ao chegarem. Eles só devem fazer seu ´Check – Mig´ de 24 horas até 1 hora da partida e a confirmação recebida deve ser apresentada na chegada. Acesse o formulário no seguinte link no seguinte link: migracioncolombia.gov.co

 

Respeitar os protocolos sanitários

  • Uso de máscaras faciais que cubram a boca e o nariz: são necessárias em espaços públicos e no transporte público. Algumas autoridades regionais exigem o uso de máscaras o tempo todo.
  • Seguir as regras de etiqueta respiratória para proteção, em casos de tosse e espirros
  • Lavar as mãos com água e sabão ou higienizar com álcool em gel 70%
  • Evitar cumprimentar com aperto de mãos, beijos ou abraços
  • Respeitar o distanciamento de pelo menos 1,5m (um metro e meio) entre você e outra pessoa
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal

 

Quarentena em Colômbia

Na chegada à Colômbia fazer uma quarentena não será necessário. Lembre-se que na volta para Brasil a quarentena também não é necessária, mas a prova de um teste RT-PCR negativo, feito nas 72 horas anteriores deve ser fornecida no momento da partida. O documento deve ser em português, espanhol ou inglês.

 

Outras medidas de viagem do Brasil para a Colômbia

  • Existe uma proibição nacional de reuniões sociais com mais de 50 pessoas. Algumas cidades como Bogotá têm toque de recolher em vigor e estão impondo limites ao movimento. As autoridades regionais podem implementar diretrizes mais restritivas em áreas de alto risco.
  • O transporte público está operando com medidas de segurança adaptadas. As restrições ao movimento podem variar de acordo com a região.

 

Os seguintes protocolos específicos foram adotados na Colômbia: 

  • O protocolo sanitário para os setores aeroportuário e aeronáutico. 
  • Protocolo sanitário para hospedagem em hotéis e as atividades de restaurantes, lanchonetes e serviço de alimentação móvel.
  • O Ministério do Comércio, Indústria e Turismo emitiu uma resolução adotando o Selo "Viagens Seguras" do World Travel & Tourism Council (WTTC) como uma medida adicional e de apoio para a implementação de medidas sanitárias no setor do turismo.
  • Protocolo sanitário para estabelecimentos e instalações gastronômicas e bares.
  • O Ministério da Saúde também estabeleceu protocolos sanitários para as praias.
  • Criação do selo sanitário "Check In Certified" para o setor de turismo. Alguns requisitos e condições foram estabelecidos para que os prestadores de serviços de turismo, companhias aéreas, outros empresários, áreas e atrações turísticas possam obtê-lo. 
  • Para mais informações, convidamos você a consultar o Portal do Ministério do Comércio, Indústria e Turismo: http://bioseguridad.mincit.gov.co

 

O cumprimento das instruções e regulamentos técnicos das autoridades competentes é obrigatório.

 

Embora não seja obrigatório ter seguro de viagem para entrar no país, dadas as condições atuais, viajar coberto se tornou mais importante do que nunca. Especialmente com planos abrangentes que incluem a assistência COVID-19. Em resumo, é um investimento em saúde e segurança, uma vez que você tem a garantia de estar segurado em casos que necessite de assistência médica de qualquer tipo ou em qualquer tipo de emergência, tais como bagagem perdida ou pertences roubados. A Assist Card possui diversas opções de planos que podem ser comprados online. Viajar é bom, mas viajar 100% seguro é muito melhor!